Anne Lovers Around The World!Parte 7: Katherine Edwards

abril 05, 2021

Anne Lovers Around The World! Part 7: Katherine Edwards

Meu Nome é Katherine Edwards, conhecida Como Katie, e sou livreira EM Londres, Inglaterra.Encontrei Anne Shirley no MEU oitavo aniversário, Quando me deram OS primeiros Livros EM um volume.Eu era um leitor voraz DOS três anos, MAS este hardback FOI o maior livro que EU já tive. Parecia haver algo familiar Na menina Na CAPA Da frente, com SUAS sardas, xadrez Vermelho e Sorriso privado.Senti imediatamente que a conhecia, o que FOI CONFIRMADO quando comecei a ler. Foi o humor que EU Amei primeiro; a estranheza de Anne e a s maneiras desmedidas eram t ão parecidas com as minhas de UMA forma que EU não conhecia EM um personagem fictício antes.Em um nível Mais profundo, senti UMA "alma gêmea" porque, Como Anne, senti que não me encaixava com MEUS colegas. Eu era UMA criança sensível que sentia as coisas fortemente, ou subindo Altos e caindo baixos, que estava Mais EM Casa no faz-de-conta e no passado do que EM 1990s Inglaterra.


Um amigo Da família disse-me que a SUA memória duradoura do MEU EU Mais novo é de UMA menina vestindo um chapéu de palha e tranças (loira, não vermelha) com o nariz NOS Livros Anne.Eu Li sobre a escola e a Faculdade Da Anne in úmeras vezes, e tenho certeza que peguei emprestado OS Livros Mais tarde Da biblioteca, m as não SEI o Quanto peguei quando criança. Eu estava Mais interessado NOS temas Da Amizade e encontrei a família do que romance e casamento, e não FOI até MEUS finais Da adolescência que EU retornei para terminar a série com seriedade. Mas Rilla de Ingleside FOI um choque. Ao Longo DOS anos, o Mundo de Anne Na Ilha do Príncipe Edward tornou-se UMA espécie de santuário atemporal para mim. Ler sobre a Guerra tocando aquele acolhedor mundinho FOI um final agridoce para a série, que FOI por isso que EU sentei a Noite toda chorando sobre o final.Ele me perseguiu por um Longo tempo.Apesar Das emoções Mais complicadas evocadas por Rilla, ou talvez por causa delas, MEU Amor pelos Livros Anne cresceu ainda mais.Eu reli o primeiro livro anualmente, e OS outros EM UMA base regular também.Anne TEM SIDO minha Amiga Mais leal de tinta e Papel por Mais de um quarto de século.

Finalmente Pude visit á-la EM Casa EM setembro 2019. Como UMA mulher Solteira EM MEUS trinta e poucos anos, cujos amigos se estabeleceram, EU não podia esperar por um companheiro de viagem; MAS era Libertador perceber que EU não tinha que planejar com Mais ninguém. O que me impediu de IR para a Ilha do Príncipe Edward?Mandei um e-mail a um dono de UMA Pousada amigável EM Cavendish ("Avonlea") com as minhas perguntas: sou um viajante solitário, não posso conduzir; é de todo exequível para MIM tirar férias Nesta parte rural remota de um país DesconhecidoNão.Felizmente, ELA respondeu com encorajamento e conselhos, e MEU feriado FOI reservado.A Pousada FOI localizada do outro Lado de um Campo de Golfe do Green Gables, então EU seria vizinho Da Anne.(Tal Como Diana, FOI o MEU primeiro pensamento, embora Mais tarde tenha descoberto que as direcções estavam erradas, talvez EU estivesse no local do Sr. Josep 160;

Suponho que seja apropriado que seguindo OS Passos de Anne, minhas férias não foram inteiramente de acordo com o plano. Em primeiro lugar, OS MEUS voos foram alterados, e EU estaria chegando à minha Casa de hóspedes NAS primeiras Horas Da manhã EM vez Da Hora do jantar; EM Segundo lugar, EU perdi o Furacão Dorian por dois dias.Eu refrescoi MEUS e-mails tantas vezes NAS 48 Horas antes de viajar, com meDo de UMA Mensagem me dizendo: "Você não Pode vir, há UMA árvore EM SEU quarto." Então FOI Quase um alívio chegar a Montreal e ler o e-mail avisando-me que a Energia estava fora. Foi certamente UMA Aventura chegando EM um táxi às 1H Da manhã e ter que encontrar MEU quarto com UMA Pequena lâmpada, MAS EU me consolei que isso Fez para um Mais autêntico Experiência Da Anne.:

A Ilha tinha tomado UMA forte surra PELA Tempestade e tantas árvores amadas foram esfarrapadas ou completamente arrancadas, mas, exceto por um dia, era brilhante e Quente enquanto EU estava lá. Passei umas férias calmas e deliciosas, a aproveitar a retirada DOS Passos Da Anne Na floresta, a fazer piquenique Na Costa do mar, e Ao Mesmo tempo a mapear mentalmente a Aldeia DOS Livros para a Aldeia real. Achei Mais fácil do que Nunca evocar o Mundo fictício sobre o Mundo real, Como se Anne estivesse Ao MEU lado, me mostrando SUA Cidade natal.

Claro que o Ponto Alto Da viagem FOI Green Gables EM si! Nunca me esquecerei de ESTAR Ao pé do portão Na chuva, comer Poutine e Olhar para a casa, sentir o MEU coração palpitar quando percebi que era o Mais perto que era possível chegar de Entrar no MEU livro favorito de Josee160; Para surpresa do Guia turístico, passei MEIA Hora Na Cozinha EM UMA reverência, imaginando todas as cenas que aconteceram naquele quarto.A Lynde a Entrar PELA porta Das traseiras com a SUA última fofoca, a Anne a deitar-se sobre Livros à mesa, a Diana a chegar num frenesi porque a irmã estava doente. O quarto de Anne era encantador, um quarto que parecia Estranho Como o meu, MAS a Cozinha era o coração de Green Gables, ONDE Tantos eventos importantes aconteceram.

Deixei um pedaço do MEU coração Na Ilha do Príncipe Edward. Eu Fui lá por causa de Anne, MAS EU me apaixonei pelo Lugar por si: SUA Paz e beleza, BEM Como as pessoas maravilhosas e gentis que conheci EM minhas viagens.Pode ter certeza de que assim que for Seguro Viajar de novo, EU voltarei.




Ver artigo completo

Anne Lover Around The World! Part 13: Kamil Trzebiatowski
Anne Lover Around The World! Part 13: Kamil Trzebiatowski

novembro 18, 2021

I believe I was about 10 or 11 years old when I first read Anne of Green Gables. This was in Gdansk, Poland, where I was born. (I now live in the UK.) I remember being completely captivated by Anne Shirley – by her imagination, her poetic nature, her connection to nature and her gratitude – despite (or because?) the hardships of her earlier life. Most of all, though, it was her striving to be kind and striving to understand others that I think captured my soul.

Ver artigo completo

Anne Fans Around The World! Part 12: Susan Scott
Anne Fans Around The World! Part 12: Susan Scott

maio 31, 2021

a retired Special Education Teacher living in Athens, TN.  I first fell in love with Anne’s free spirit watching the PBS mini series Anne of Green Gables.  I taped it and shared the story with many.  One of the English teachers I taught with introduced the collection of books to his class.  

Ver artigo completo

Anne Lovers Around The World! Part 11: Aneta Sulejewska
Anne Lovers Around The World! Part 11: Aneta Sulejewska

maio 30, 2021

Anne is also often the subject of my other creative activities, like knitting, cross stitching, embroidery. I collect souvenirs connected with her: dolls, books, first Polish editions. When I hear the words „Anne of Green Gables” my heart beats faster! Greetings from Poland!

Ver artigo completo